Laura

Celebrada pelos leitores e pela mídia como um importante nome entre o público jovem, Laura conquista leitores com a maneira divertida com a qual consegue abordar temas profundos. Sua escrita reflete os anseios de uma geração, e aborda de temas importantes como o ingresso na vida adulta e o protagonismo feminino.

Autora de títulos de sucesso entre o público jovem como a série Freud, Me Tira Dessa!, Quando Saturno Voltar e na Na Minha Onda. Ganhadora do prêmio Jovem Brasileiro como destaque na Literatura e do prêmio Destaques Literários, ambos em 2012, pelo voto popular. Participou da antologia Shakespeare e Elas, onde assinou a releitura de Sonhos de Uma Noite de Verão.

Mineira de Belo Horizonte, é jornalista, pós-graduada em Educação, Criatividade e Tecnologia, e especialista em estruturação de romances. Palestrante e facilitadora de diversos cursos de escrita e capacitação de educadores, com o trabalho noticiado em grandes mídias do país.

Quando aprendeu a ler, Laura também aprendeu a nomear sentimentos que ela ainda
não sabia dar nome. Então, a menina logo soube: seria leitora e escritora. Movida pelo
desejo de se conhecer e de conhecer o contexto onde estava inserida, ela passou ler tudo
o que havia em sua casa e na biblioteca de sua escola que fosse adequado (ou não) a sua
idade. Aos 8 anos, escrevia suas próprias histórias e as colava nas paredes do banheiro
de casa em dia de festa, diante do sanitário, na certeza de que “ali, todos iriam lê-las”.
Anos mais tarde, depois de ter descobertos vários autores e de ter escrito mais bocado
coisa, muito por incentivo de seus pais e professores, Laura fez faculdade de
Comunicação Social, já que gostava de escrever. Como jornalista, atuou em televisão,
jornal impresso e assessorias, mas ela sentia falta de inventar história. Embora já tivesse
publicado dois títulos infantis aos vinte e pouco anos (uma vez que era professora
voluntária e lidava com crianças à época), Laura foi atrás do seu sonho de infância: ser

escritora. Inspirada em uma paixão platônica que sentiu por seu antigo analista aos 23
anos, Laura escreveu Freud, Me Tira Dessa!, que narra a história de Catarina, uma
jovem que busca um processo psicoterápico e acaba se apaixonando pelo terapeuta.
Com muita dedicação, conseguiu emplacá-lo em uma editora e em abril de 2012, o livro
chegou às livrarias. Surpreendendo todas as expectativas, o título esgotou a primeira
edição e foi noticiado em diversas mídias, fruto de muito empenho da autora. Assim,
começou a ganhar leitores em todo país, ser convidada para eventos e escrever mais
livros dedicados ao público jovem. Ganhou dois prêmios, o Jovem Brasileiro e o
Destaques Literários, o que a encheram de confiança para seguir adiante.

Em 2013 publicou uma versão adolescente da série Freud, o Só Gosto de Cara Errado,
sucesso de vendas e muito adotado em escolas. Em 2014 deu continuidade à série da
Catarina com o Freud, Me Segura Nessa! Também assinou a releitura do clássico
Sonho de uma noite de verão na antologia Shakespeare e Elas, da Autêntica Editora.
Pela Globo Livros, no selo Globo Alt, publicou Quando Saturno voltar (2015) e Na
Minha onda (2017), livros muito bem recebidos pelo público e pelos críticos. Entre um
livro físico e outro, publicou na plataforma Amazon o conto Bela nada adormecida,
uma versão girl power do clássico que logo deve ganhar versão física com mais
princesas empoderadas.

Em 2018 lançou Literalmente Amigas, escrito em parceria com a escritora Marina
Carvalho, pela editora Bertrand, e Heroínas, da Galera Record, que também conta
textos das autoras Pam Gonçalves e Ray Tavares.

Laura tem muitas outras histórias sendo escritas, em seu computador e em seu coração,
lugar onde ela crê que as histórias são criadas. Ama estar com seus leitores, ter a
oportunidade de ir aos eventos falar sobre seus livros e viver a vida contando histórias.

Laura Conrado é ganhadora do Prêmio Jovem Brasileiro como destaque na Literatura em 2012. É autora do livro Freud, Me Tira Dessa! (Novo Século, 2012), considerado o melhor chick-lit nacional de 2012 pela votação popular do Destaques Literários, do sucesso teen Só Gosto De Cara Errado (Novo Século, 2013), e de Freud, Me Segura Nessa! (Novo Século, 2014). Assinou a releitura de Sonho de Uma Noite de Verão na antologia Shakespeare e Elas (Autêntica, 2014). Em 2015, publicou Quando Saturno voltar pela Globo Alt, selo jovem da Globo Livros, e em 2017, Na Minha Onda, pela mesma editora.

A maneira divertida com a qual consegue abordar temas profundos tem rendido a ela leitores em todo país. Presença constante em eventos literários e escolas, seu trabalho já foi noticiado em importantes meios de comunicação.

Nasceu em 26 de agosto de 1984, em Belo Horizonte, Minas Gerais. É jornalista, pós-graduada em Educação, Criatividade e Tecnologia.

Face menor

Laura por Laura

Quando comecei o site, acreditei que minha biografia resumida bastaria. O tempo passou e os livros me trouxeram diversos leitores que parecem gostar, também, da autora. Fico feliz à beça com o carinho das pessoas e com as muitas mensagens que chegam com perguntas sobre mim e sobre “o que fiz para conseguir ser escritora”. Vamos, então, à uma apresentação mais pessoal.

Amo ser mineira. Sou fã da música, da cultura, da culinária e do jeito mineiro de ser. “Uai” para mim é vírgula, ponto de exclamação e interrogação. Sempre que me bate incertezas ou um baixo astral, escuto Milton Nascimento, 14 Bis e as músicas do Clube da Esquina. Logo me lembro de quem eu sou e pego meu caminho de volta.

Tenho muita fé, desconfio de pessoas de vida perfeita, viajo demais nas ideias, sempre me avalio, converso sozinha, sou movida a confiança, adoro dormir.

Minha palavra favorita é coragem: coração que age.

Literatura | Clarice Lispector (A hora da estrela, A paixão segundo GH, A vida íntima de Laura); Lygia Fagundes Telles (Antes do baile verde, A estrutura da bolha de sabão); Fernando Sabino (Encontro marcado); Nelson Rodrigues (O casamento, A vida como ela é, Mulher sem pecado); Simone de Beauvoir (O segundo sexo); Fiódor Dostoiévski (Crime e castigo, Os irmãos Karamasov); Luis Fernando Veríssimo (Todas as histórias do analista de bagé, As mentiras que os homens contam, Comédias da vida privada; Candace Bushnell (Sex and The City).

Cinema | O Fabuloso Destino de Amélie Poulain; O Auto da Compadecida; Sociedade dos Poetas Mortos; Em Busca da Felicidade; O Sorriso de Monalisa; Entrevista com Vampiro; O Iluminado; Psicose; Como Se Fosse a Primeira Vez; Virgínia, Central do Brasil; Hunger Games e mais vários outros.

Música | Queen; Beyoncé; Milton Nascimento; Bethânia, Chico; Gil; Michael Jackson; Prince; Etta James; Aretha Franklin; Roberta Sá; Aerosmith… e mais um bocado de MPB, R&B, Pop; Rock e Samba.

TV | Friends; Sex and The City; American Dad; Family Guy; The Cleveland Show; The Simpsons; Breaking Bad; The Following; Homeland; Gabriela; Os Normais e mais alguns seriados e minisséries.

para site1