A Laura

Oi, tudo bem?

Resolvi escrever um pouco sobre mim, além dos textos de apresentação. Os livros me trouxeram diversos leitores muitos queridos que parecem gostar mais do que das histórias que escrevo. Passei a receber muitas mensagens com as perguntas sobre minha vida, comentários que me enchem de alegria e, por isso, achei por bem falar um pouco de mim.

Sou virginiana com ascendente em escorpião e lua em leão. Não conto mais do meu mapa porque levo tais dados à sério para me expor! Mas dá para contar que nasci no dia 26 de agosto de 1984, em Belo Horizonte. Eu amo fazer aniversário e amo ser mineira. Sou fã da música, da cultura, da literatura e do jeito mineiro de ser. Sempre que me bate incertezas ou um baixo astral, escuto Milton Nascimento, um dos meus cantores favoritos, 14 Bis e as músicas do Clube da Esquina. Logo me lembro de quem eu sou e pego meu caminho de volta. Falando em música, escuto muito Queen, Beyoncé, Maria Bethânia, Gil, Chico, Gonzaguinha e mais uma leva de artistas da MPB, do rock e do pop. (Cês pensaram que eu não ia rebolar minha bunda hoje??)

Medito, rezo, escuto mantras e tenho a convicção que somos seres espirituais numa experiência terrena, não o contrário. Como também não dá pra abrir mão das alegrias mundanas, sou bem aterrada e trato de viver bem a vida, curto muito estar com amigos, acompanhar meu time do coração, o Atlético Mineiro, com minha turma e umas cervejas – pois quem acompanha minimamente o futebol sabe o que o Galo faz: sem beber um bocadinho não dá. (Só um pouco, gente!)

Adoro ver filmes e séries, jogar tetris e buraco, desenhar mandalas, bater papo, ficar com meu doguinho (um labrador lindão chamado Rocky Balboa) e babar no meu sobrinho de quase 3 anos. Perco muito tempo na internet vendo besteira no twitter, memes, vídeos de maquiagem, de receitas que nunca irei fazer, do Ronaldinho Gaúcho no Galo, do Messi e do Cristiano Ronaldo, e entrevistas do Freddie Mercury. Eu já nem dizer quais são meus livros favoritos porque inúmeros já me emocionaram, me divertiram e fizeram sentindo em uma determinada época da minha vida. Mas sei pontuar com facilidade o impacto que as leituras de Clarice Lispector, Lygia Fagundes Telles, Dostoiévski surtiram em mim. Amo muito outros autores, claro, e profissionalmente aprendo com muitos eles. Estou sempre lendo mais de uma coisa ao mesmo tempo e nunca perco o fio da meada.

Desconfio de pessoas com vida perfeita, gosto de conhecer gente, mas também adoro manter minhas amizades de sempre, preciso passar uns momentos sozinha, sou expansiva, mas também muito reservada, detesto ficar com o pé sujo, adoro dormir, acho a minha intuição melhor que Google Maps. Quando leio, esqueço do mundo a minha volta. Quando escrevo, não suporto barulho para criar um mundo a minha volta. Escrever é o meu sonho de infância e sou muito grata por vivê-lo. Minha palavra favorita é coragem: coração que age.