Demitindo amigos

Embora os anos de contrato tenham sido longos e inesquecíveis, demiti alguns amigos. Justíssima causa. Talvez eles tenham me dado o aviso prévio e eu não tenha entendido. Ou talvez eu, despercebidamente, eu tenha mandado o meu aviso.

A relação ora de subordinação, ora de patrão, deu muito lucro. O provento foi farto. Mas contabilizar os gastos – e desgastes – se faz inevitável. Foram faltas sem atestado médico, tarefas inacabadas e atrasos em momentos que não voltam.  De todas as partes.

Agora tenho coragem para dizer que a licença sem vencimentos que tiramos uns dos outros teve seu prazo expirado. Eu me demito. Eu te demito. Com todas as indenizações. E com todos os direitos à mágoa, às palavras azedas e ao cancelamento do feed de notícias. Quando passar o luto e o findar o seguro desemprego (e desamparo), estaremos prontos para nos abraçarmos nos casamentos e nos aniversários. Falaremos, frivolamente, sobre os rumos da nossa vida adulta. Perguntaremos pelas famílias uns dos outros, como vai o trabalho e o coração. Devo conhecer os novos namorados e as novas namoradas. Ou rever os companheiros de sempre. E vocês irão entender que sou capaz de planos duradouros com a mesma pessoa. Sim, é provável que nos alfinetemos. Mas nos despediremos com saudade do tempo que compartilhávamos sonhos. Do tempo que éramos pessoas parecidas. Do tempo que éramos amigos.

Lilian Tonet disse que “as pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem”. Entenderemos que a dinâmica da vida é mutável. E incontrolável. Tornamo-nos pessoas que não se identificam mais. Vocês desconhecem essa velha nova pessoa que vos escreve. E também não sei mais quem são vocês. Somos velhos conhecidos.

Fica a marca indelével na minha carteira de amizade. Mas estamos livres para outros carimbos, outras parcerias, outras juras de amizade até embaixo d’água, outros colos para derramar o choro e outras mesas para os goles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *